ban pref bvb jul

ATENÇÃO COM A MALÁRIA!

 ...Prefeitura alerta população sobre cuidados contra a malária...Medidas devem ser adotadas em áreas com transmissão da malária para reduzir a possibilidade da picada do mosquito transmissor...

Por conta do aumento do número de casos de malária na área urbana de Boa Vista, a prefeitura orienta a população sobre os hábitos de prevenção que devem ser adotados para evitar o contato com o mosquito transmissor da doença.

De acordo com o coordenador de combate à malária, Creomar Silva, apesar de não ser possível erradicar a malária na região amazônica, que possui criadouros naturais por toda nossa extensão geográfica em que o mosquito transmissor faz parte da fauna (área endêmica), há o controle de ocorrência de casos em área urbana.

“A medidas que desfavorecem a proliferação do agente transmissor, que vão desde o manejo ambiental, ao tratamento oportuno de todos os casos e a borrifação intradomiciliar nas localidades de risco”, destacou.

Exibindo Foto Igorh Martins (5).jpg

No último trimestre de 2017 foram notificados 15 casos de malária em área urbana, tendo como local de provável infecção a praia da Polar. Fora da área urbana, balneários como Água Boa também possuem casos registrados da transmissão da doença.

De acordo com a superintendente de Vigilância em Saúde, Francinete Rodrigues, a Unidade de Vigilância e Controle de Zoonoses da prefeitura já realiza medidas de controle vetorial, além da nebulização espacial e a borrifação residual nas residências próximas ao rio Cauamé.

A Prefeitura orienta que as pessoas evitem frequentar lagos, rios, igarapés e outros locais próximos a águas limpas e sombreadas no horário de 18h às 7h da manhã, ao entardecer e ao amanhecer.

Caso não seja possível evitar tais locais nesses horários, é essencial a utilização de camisa de manga longa, calça comprida, repelente e roupas protetoras, além de mosquiteiros impregnados ou mosquiteiros comuns para o caso de pernoites.

Exibindo Olenka Foto Igorh Martins.JPG

“Caso a residência seja perto de locais propícios aos criadouros naturais do mosquito da malária, orientamos a colocação de telas nas portas e janelas além da utilização de mosquiteiros para camas e redes”, destaca Creomar.

 

Sintomas

Os principais sintomas da malária são febre alta, calafrios, tremores, sudorese e dor de cabeça, que podem ocorrer de forma cíclica (períodos alternados). É possível apresentar náuseas, vômitos, cansaço e falta de apetite antes das manifestações mais caraterísticas acima.

Diante do aparecimento dos primeiros sinais e sintomas da malária, a prefeitura orienta a população que procure unidade básica de saúde para o diagnóstico e inicie o tratamento. É essencial que o tratamento seja feito até o fim, conforme orientação médica.

 Exibindo Praia Cauamé foto Prefeitura de Boa Vista  (1).jpg

Locais para realização do exame da malária 

Horário comercial: UBS 13 de Setembro, UBS Sílvio Botelho - Paraviana, UBS Mariano de Andrade - Caranã, UBS Olenka Macellaro - Caimbé, UBS Asa Branca, UBS Sayonara Dantas - Sen. H. Campos, Pronto Atendimento Cosme e Silva - Pintolândia, UBS Buritis, UBS Pricumã.

Período ininterrupto: Hospital da Criança Santo Antônio, Hospital Geral de Roraima, Maternidade Nossa Senhora de Nazaré.

 

Acesse mais informações no Portal de Notícias da Prefeitura de Boa Vista.
Siga o Twitter @PrefeituraBV e curta a página facebook.com/prefeituradeboavista

ban zona 

ban gov am

 

agnorte logo02

© 2015 Agência Norte Online. All Rights Reserved. Designed By HM