Sábado, 05 Setembro 2020 14:39

MOEDA DE TROCA...

Avalie este item
(0 votos)
MOEDA DE TROCA... Sheridan e Marcos Jorge...Soldado fiel aceita tudo!

...um homem de bem, cara gente boa, um bom técnico, e até foi ministro de Estado...Porém, Marcos Jorge tem que aceitar ser vice e não cabeça de chapa na eleição municipal...

REDAÇÃO AgNORTE.com.br

Por Marlen Lima

Olha só!

O meu amigo Mecias de Jesus, o senador que é o gigante do Sul, é danado de esperto, e ao contrário do que muitos pensam jamais deixou de estar com Denarium.

Mecias sempre se manteve forte com o governador, tanto que suas entranhas dentro do Governo vão além de ter um pupilo seu comandando a CAER - Companhia de Água e Esgoto de Roraima, que tem à frente outro amigo, o jornalista e advogado James Serrador, que tem feito um trabalho elogiável à frente da empresa, que vive sua recuperação numa gestão firme e tem a também confiança de Antonio.

Mecias é um senador, que tenho dito que apesar do mandato aquém do que deveria, onde até dia desses sua atenção só estava voltada em manter o seu mandato, cuidar de seus negócios e de sua família, ele não se envolveu em nada mais público referente ao Governo Denarium, quando muito precisou ser defendido, ser mais bem aconselhado.

Mas, o 'baixinho gigante do Sul' entendeu que melhor era estar fora da vitrine aberta, e emergiu para só agora ressurgir na eleição municipal, não mostrando a força do seu PRB com uma candidatura própria, mas, sim, com uma candidatura que nada mais é que uma moeda de troca.

mecias sheridan e marcos jorge

Ao centro - Mecias, Sheridan e Marcos Jorge - na sede do PSDB 

Explico.

Marcos Jorge é um cara do bem, e tão bom técnico, tão confiável que até ministro foi do Governo Michel Temer foi.

O PRB sendo um dos partidos de força nacional, levou um macuxi para o governo federal, mas, nada disto foi pesado, foi respeitado para que Marcos Jorge mantivesse sua pré candidatura para prefeito de Boa Vista. Esta naufraga para no lugar ele ser vice de Sheridan, a deputada bela do Congresso, de sorriso fácil, e abraço envolvente.

marcos jorge e michel temer

Explico mais um pouco.

A deputada Sheridan, hoje, entra no Governo Denarium levado pelo senador Mecias, que viu nela a necessidade de poder fortalecer o seu nome, e seu grupeto, quando se abre as portas da máquina estatal para acolher a deputada, que até dia desses defenestrava Denarium e seu governo.

Mas, nada disto importa, nem memso o ódio que havia entre Sheridan e Mecias, muito menos as agressões que Sheridan proferiu contra Denarium, repito, num passado recente.

Sheridan e Mecias1

AMIZADE?!

O meu amigo senador, pelo jeito, não está nem aí, porque o que vale são os interesses próprios. Oras, afinal tem sempre sido assim, né!

A eleição e o povo são as ferramentas necessárias para que se tenha suceso nesses planos, espúrios (?!), onde o gente boa Marcos Jorge é inserido, e como soldado, político fiel do senador manterá sua lealdade ao que jogo que for. Mesmo que lhe custe sua honra!

Para muitos, isto é repugnante porque vêem em Marcos Jorge um técnico limpo, ético, um cara que sempre trabalhou corretamente, e ao se misturar com Sheridan se torna sujo, queimado!

mecias e marcos jorge

Mecias, político experiente, comanda o seu grupeto com o sorriso e o papo de que é amigo e é cercado de amigos, e age sempre como amigo...Mas, o que diria o major Cavalcante sobre isto? O que diria Maxwell Monteiro, e mais seu irmão, Roosevelt? E mais tantos outros que eram fiéis amigos de Mecias, mas, foram, literalmente largados, renegados pela politicagem que tomou conta. 

Lamento que o meu amigo senador esteja sendo, pelo jeito, também, mal assessorado quanto a certos conselhos políticos, e tais ações acabam que agora queimam Marcos Jorge, impõe uma pressão pesada em cima do governador, e tudo por conta de plano maquiavélico de poder, que se deseja ocupar a Prefeitura de Boa Vista. Custe o que custar!

jhonatandejesusemarcosjorge1

Eu, mesmo, já defendi que Mecias, lá atrás, pegasse o seu forte PRB - com um senador, um deputado federal - Jhonatan de Jesus é até líder governista; mais três deputados estaduais, e mais de 50 vereadores...Porém, com tudo isto o PRB poderia lançar o jovem e combatente Jhonatan, que é bem quisto pelo eleitorado, até muito mais do que o pai.

Mas, ao lançar no passado Marcos Jorge, isto já era caso pensado, onde ele seria a moeda de troca para algo que se sabia que não seria para mantê-lo cabeça de chapa na eleição.

Lastimável!

Jogo da política?!

Não deveria, porque Marcos Jorge é um cara do bem e merecia, sim, o devido respeito! 

Ao meu amigo Mecias fica o aviso de aquele povo besta já não existe mais! E o celular nas mãos traz de volta muito do passado dos políticos, ali verdades são vistas, e o povo não aceita ser enganado e nem gosta de injustiças, caso de Marcos Jorge, que soldado fiel vai para a guerra já abatido!

AbaPai!