Sábado, 17 Outubro 2020 12:40

Na luta pela evolução do Estado

Avalie este item
(0 votos)

Iniciativa inédita, projeto Somos Todos Amazonas quer acelerar a evolução dos potenciais do estado...Objetivo é engajar setores como ecoturismo, pesca, alta tecnologia, indústria farmacêutica e alimentícia, startups e institutos de pesquisa que atuam na região

De um lado, empresas apoiadoras, interessadas em projetos de inovação e no desenvolvimento socioeconômico e ambiental do Amazonas, e de outro startups, cooperativas e empreendimentos de setores como ecoturismo, pesca, biotecnologia, alta tecnologia, indústria farmacêutica e alimentícia, startups e institutos de pesquisa que atuam na região, na busca de apoio financeiro e know-how.

Com o objetivo de fazer essa ponte, conectando todos os setores do Estado e da Amazônia como um todo, acelerar o processo de desenvolvimento local e ainda mostrar as riquezas invisíveis do estado (cultura, recursos humanos, gastronomia, tecnologia, inovação, biotecnologia, natureza, pesquisa) foi criada a campanha #SomosTodosAmazonas.

ALGO INÉDITO

A campanha consiste em uma plataforma inédita, um portal patrocinado pela iniciativa privada, com apoio institucional do Governo do Amazonas, que abrange comunicação, integração e conexões para promover o intercâmbio entre empreendimentos locais e apoiadores nacionais e internacionais, gerando soluções e conexões entre as partes.

A iniciativa vai evidenciar modelos de desenvolvimento baseados em premissas socioambientais e uso sustentável da biodiversidade, que podem gerar receita para as populações locais, fortalecendo as cadeias produtivas, as associações e cooperativas, consolidando o polo industrial, gerando oportunidades para a bioeconomia local e a economia circular.

Um exemplo são as atividades ligadas aos produtos da biodiversidade amazônica, como o açaí e a castanha, que renderam em 2018 cerca de US$ 1,6 bilhões para a economia brasileira, respeitando a floresta no seu extrativismo de forma consciente e dentro de padrões de não degradação do bioma, utilizando conhecimento cultural e local da população ali presente.

ONU

A plataforma abrange várias iniciativas, dentre elas o próprio site (www.somostodosamazonas.com.br), onde os apoiadores − pessoas físicas e jurídicas −, terão informações sobre as iniciativas do terceiro setor, institutos de tecnologia e como apoiá-las. Todos os projetos apoiados destacam em sua atuação pelo menos um dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU alinhados às metas aplicadas no País, que reúnem os principais desafios de desenvolvimento enfrentados por pessoas no Brasil e no mundo.

As ações de impacto socioambiental selecionadas e que já contam com apoio do #SomosTodosAmazonas são: Instituto de Conservação e Desenvolvimento Sustentável da Amazônia (Idesam); Instituto de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá; Federação das Organizações Indígenas do Rio Negro (Foirn); Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc) e Fundação Amazonas Sustentável (Fas).

O objetivo é apoiar também projetos de inovação para negócios de baixo impacto ambiental, por meio do Polo Digital de Manaus e do Instituto de Ciência e Tecnologia (INDT). As instituições apoiadoras receberam o selo #SomosTodosAmazonas e participaram do documentário “Somos Todos Amazonas”, a ser lançado no dia 24 de outubro de 2020. Além disso, terão suas marcas divulgadas e vinculadas à campanha que terá visibilidade global, dentre outros benefícios.

“A biodiversidade abundante da floresta, a tecnologia e a valorização dos conhecimentos tradicionais de suas populações podem gerar renda, desenvolvimento, conservação e regeneração ambiental, de maneira totalmente sustentável e é este o processo que visamos acelerar e fomentar, beneficiando a população”, afirma Willian Vagner Gutierrez, um dos responsáveis pela campanha.

VALORIZAÇÃO

“As comunidades locais querem a valorização do seu trabalho. Com metodologias de extrativismo sustentável é possível oferecer seus produtos em troca de recursos e desenvolvimento da própria comunidade, com mais educação, profissionalização, tecnologia, acessibilidade e desenvolvimento sociocultural. Isso leva à valorização do trabalho e do ser humano, com mais dignidade às pessoas que ali depositam seus esforços em troca de remuneração", completa o especialista.

Há cadeias de valor com arranjos industriais sustentáveis que estão crescendo rapidamente, mas que demandam apoio financeiro para que haja um salto de escala. Para isso, será necessário que empresas de diferentes segmentos, pesquisadores e fundos de investimento se interessem pela bioeconomia, tecnologia e projetos de alto impacto social, econômico e sustentáveis da Amazônia, intercâmbio a que se propõe o #SomosTodosAmazonas.

Um dos grandes diferenciais da iniciativa Somos Todos Amazonas é o compliance, que assegura que os capitais aportados serão utilizados em instituições idôneas, comprometidas com os propósitos contratados. Diante disso, o apoiador terá a garantia de que os recursos irão fortalecer o polo industrial, as cadeias produtivas, as associações e cooperativas, e o empreendedorismo social, fortalecendo a conservação da biodiversidade, bioma, bioeconomia, a socio bioeconomia e a socio biodiversidade do Amazonas, com acesso à transparência de todo o processo, em todos os estágios e a qualquer momento.

Mais informações: www.somostodosamazonas.com.br

_____________________________________