Twitter

AOS DAMORIDAS/RR... Prefeitura de Boa Vista entrega hoje, 21, novos ônibus para atender a população e o prefeito faz lançamento do aplicativo Bus2. A solenidade será às 8h, no Parque do Rio Branco.
Aos DAMORIDAS - A balbúrdia que se faz neste Governo Denarium, onde se tem visto farra com dinheiro público, e o silêncio da justiça, é mais uma vez vivida quando da tal Festa de Arraial do Parque Anauá é suspensa, justamente por suspeitas de ilegalidade na contratação de empresa ao evento; algo q tem sido normal dos atos de Antonio, o governador cassado!
AgN - DA GERAL… Direto do Congresso, o que se pôde ver é que a pressão contra Governo Lula tem sido cada vez maior pq o próprio Governo abre brechas para ser atacado, e exposto como vilão, pelas dúvidas que lhe são apontadas. É o caso do leilão do arroz e a desistência de Pimenta em enfrentar os deputados, só ajuda a piorar imagem do Governo. Lula não tem gostado disto!
AOS JARAQUIS - AM... Procon-AM autua supermercado por venda de peixe com peso diferente entre balanças e com preço do produto elevado. A intervenção ocorreu após denúncias de que o estabelecimento estaria comercializando peixes com preços divergentes dos indicados nas etiquetas...Leia mais no site abaixo
AOS DAMORIDAS - RR... O POD PREFS BV desta terça-feira, 11, vai trazer novidades sobre a Maior Feira da Agricultura de Roraima, a Agro BV, edição 2024.  O programa vai ao ar a partir das 19h, no canal da Prefeitura de Boa Vista no YouTube e nas principais plataformas digitais.
Aos DAMORIDAS - RR… O que saiu no site O Antagonista, reverberando uma citação do presidente Lula para o ‘senador sem mandato’, Romero Jucá é justamente a realidade que o povo roraimense vive há tempos, onde tem confiado em Jucá, que continua ajudando o Estado, especialmente Boa Vista, com recursos, e Lula disse q ele é esperto pq tem prestígio como se tivesse mandato.

21 de junho de 2024

1200X200 2
play
play
IMG_9280
Créfito/imagens:: Foto: Nelson Kon
DIA INTERNACIONAL DO MUSEU, O PASSADO VALORIZADO
Redação AgN
Em 17 de maio de 2024
play

Compartilhe

No Dia Internacional dos Museus, o arqueólogo André Strauss ministra palestra na Casa Museu Ema Klabin.

Um dos debates acadêmicos mais acalorados da atualidade científica, o povoamento do continente americano é tema do encontro.

Veja outros encontros programados para maio.

Na foto, acima, a Biblioteca da Casa Museu Ema Klabin.

No dia 18 de maio, Dia Internacional dos Museus, das 11h às 13h, o arqueólogo do Museu de Arqueologia e Etnologia (MAE) da USP, André Menezes Strauss, ministra a palestra presencial O povoamento do continente americano: resistências e debates, na Casa Museu Ema Klabin. O tema é um dos debates acadêmicos mais acalorados do mundo científico desde o final do século XIX.

Nesta palestra, será discutida a história das pesquisas sobre a antiguidade deste povoamento. No Brasil, a temática ganhou grande projeção entre o público geral a partir dos trabalhos arqueológicos realizados na Serra da Capivara, no Estado do Piauí, apresentando à comunidade científica as provas da presença humana no continente antes do Último Máxima Glacial – em oposição aos modelos predominantes, que acreditam que os primeiros humanos teriam chegado na América há cerca de 16 mil anos.

Ainda assim, essa proposição foi recebida com profundo ceticismo pela comunidade acadêmica e, até os dias de hoje, continua sendo aceita apenas por um grupo pequeno de pesquisadores. Este ceticismo foi inúmeras vezes considerado cientificamente infundado, representando uma expressão política do neocolonialismo/imperialismo científico. Neste encontro, serão abordados estes debates, tratando da relação entre ciência e poder.

Encontro online: colonização nas identidades andinas

Ainda no campo da arqueologia, a Casa Museu Ema Klabin tem na sua programação de maio a palestra online A paisagem como identidade andina. O encontro será conduzido por Milena Acha, doutora pelo Museu de Arqueologia e Etnologia (USP), no dia 22 de maio, das 19h às 21h, pela plataforma Zoom.

Esta palestra incidirá sobre questões relativas às identidades indígenas e sua relação com a paisagem ao longo de séculos. Para tanto, será elucidado, a partir do estudo de caso de um grupo de pastores tradicionais que habitam a porção Andina da Argentina, como enfrentaram o avanço Incaico, o Colonial Espanhol e as adversidades do mundo contemporâneo. Como campo de pesquisa, a arqueologia tem um papel fundamental de trazer à tona, dar e ampliar a voz a esses grupos humanos.

A mala da renomada Maison Goyard

Outro encontro da programação de maio da Casa Museu Ema Klabin é a palestra Uma mala e seus marcadores de diferença, com Rosemeri Conceição, professora, pesquisadora e doutoranda de História e Crítica da Arte (PPGAV-UFRJ).

A partir de uma mala de sapatos da fabricante francesa Maison Goyard, que faz parte da Coleção Ema Klabin, será proposta uma reflexão sobre como os sapatos, esse artefato da cultura material, revela as clivagens sociais e raciais existentes numa época.

A palestra será realizada no dia 25 de maio, das 11h às 13h30, e trará uma abordagem que descortina um conjunto de possibilidades interpretativas, que se estende desde as atuais apropriações no universo da moda até as referências aos sapatos como símbolo de liberdade no contexto escravista afro diaspórico.

As palestras A paisagem como identidade andina e Uma mala e seus marcadores de diferença são contempladas pelo Programa Municipal de Apoio a Projetos Culturais, PROMAC, da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo, com patrocínio da Marsh McLennan.

Serviço:

Palestra presencial: O povoamento do continente americano: resistências e debates André Menezes Strauss

sábado, 18 de maio de 2024

às 11h

100 vagas por ordem de inscrição

Palestra online: A paisagem como identidade andina

Milena Acha

quarta, 22 de maio de 2024

das 19h às 21h

plataforma Zoom

35 vagas por ordem de inscrição

Palestra presencial: Uma mala e seus marcadores de diferença

Rosemeri Conceição

sábado, 25 de maio de 2024

das 11h às 13h

30 vagas por ordem de inscrição

Gratuito*

Rua Portugal, 43, Jardim Europa, São Paulo

Casa Museu Ema Klabin

A residência onde viveu Ema Klabin de 1961 a 1994 é uma das poucas casas museus de colecionador no Brasil com ambientes preservados.

A Coleção Ema Klabin inclui pinturas do russo Marc Chagall e do holandês Frans Post, obras do modernismo brasileiro, como de Tarsila do Amaral e Candido Portinari, além de artes decorativas, peças arqueológicas e livros raros, reunindo variadas culturas em um arco temporal de 35 séculos.

A Casa Museu Ema Klabin é uma fundação cultural sem fins lucrativos, de utilidade pública, criada para salvaguardar, estudar e divulgar a coleção, a residência e a memória de Ema Klabin, visando à promoção de atividades de caráter cultural, educacional e social, inspiradas pela sua atuação em vida, de forma a construir, em conjunto com o público mais amplo possível, um ambiente de fruição, diálogo e reflexão.

A programação cultural da casa museu decorre da coleção e da personalidade da empresária Ema Klabin, que teve uma significativa atuação nas manifestações e instituições culturais da cidade de São Paulo, especialmente nas áreas de música e arte. Além de receber a visitação do público, a Casa Museu Ema Klabin realiza exposições temporárias, séries de arte contemporânea, cursos, palestras e oficinas, bem como apresentações de música, dança e teatro.

O jardim da casa museu foi projetado por Roberto Burle Marx e a decoração foi criada por Terri Della Stufa.

Acesse nosso site e redes sociais

Site: https://emaklabin.org.br

 

Cristina Aguilera

Mídia Brazil Comunicação Integrada

Play Video
Play Video
a8289f75-a984-4901-a521-e4889e4730fe
80dfd71a-df5d-4330-b299-81b3ece6a074
42039c51-3428-4ea3-854f-c6cc6b94ca44
IMG_9283